Pular para o conteúdo principal

Festival de Berlim 2014 - Vencedores




Aconteceu na noite deste sábado (15) a cerimônia de premiação da 64º edição do Festival de Berlim. O grande vencedor foi o filme chinês "Bai Ri Yan Huo (Black Coal, Thin Ice)" do diretor Diao Yinan, o que foi uma grande surpresa já que o favorito para levar o Urso de Ouro era o filme "Boyhood" de Richard Linklater que acabou levando o Urso de Prata de Melhor Direção. Entre os brasileiros, o filme que conquistou Berlim foi o longa "Hoje Eu Quero Voltar Sozinho" de Daniel Ribeiro que ganhou os Prêmios do Júri  da Crítica e do Público na Mostra Panorama, já a co-produção "Praia do Futuro" dirigida por Karim Aïnouz  que participava da Mostra Competitiva não levou nenhum prêmio. Confira abaixo a lista completa dos vencedores. 



Mostra Competitiva

Urso de Ouro
"Bai Ri Yan Huo (Black Coal, Thin Ice)" de Diao Yinan
Urso de Prata (Grande Prêmio do Júri)
"The Grand Budapest Hotel" de Wes Anderson
Urso de Prata Alfred Bauer (para filme que abre novas perspectivas)
"Aimer, boire et chanter (Life of Riley)" de Alain Resnais
Urso de Prata - Melhor Diretor
Richard Linklater por "Boyhood"
Urso de Prata para a Melhor Atriz
Haru Kuroki por "Chiisai Ouchi (The Little House)"
Urso de Prata - Melhor Ator
Liao Fan por "Bai Ri Yan Huo (Black Coal, Thin Ice)"
Urso de Prata - Melhor Roteiro
"Kreuzweg (Stations of the Cross)" de Dietrich Brüggemann, Anna Brüggemann
Urso de Prata - Excepcional Contribuição Artística"Zeng Jian" de diretor de fotografia de Tui Na (Blind Massage)
Melhor Filme de Estreia - Mostra Panorama"Güeros" de Alonso Ruizpalacios 
Urso de Ouro - Melhor Curta"Tant qu'il nous reste des fusils à pompe (As Long as Shotguns Remain)" de Caroline Poggi, Jonathan Vinel
Urso de Prata - Melhor Curta"Laborat" de Guillaume Cailleau 
Curta da Berlinale Indicado Para o European Film Awards 2014
"Taprobana" de Gabriel Abrantes 
Prêmio DAAD - Melhor Curta
"Person to Person" de Dustin Guy Defa
Urso de Cristal (Mostra Generation)


Melhor Filme
"Ciencias Naturales" de Matías Lucchesi
Menção Honrosa
"Killa" de Avinash Arun
Melhor Curta
Moy lichniy los' de Leonid Shmelkov
Menção Honrosa
"El" de Roland Ferge
Prêmio do Júri Internacional
"52 Tuesdays" de Sophie Hyde
Menção Honrosa
"ärtico" de Gabri Velàzquez
Melhor Curta
"Mike" de Petros Silvestros
Menção Honrosa
"Emo (the musical)" de Neil Triffett
Prêmio do Júri Internacional Generation 14 Plus
"Violet" de Bas Devo
Menção Honrosa
"Einstein and Einstein" de CAO Baoping
Melhor Curta
"Vetrarmorgun" de Sarakis Stórá
Menção Honrosa
"Søn" de Kristoffer Kiørboe
Júri Ecumênico
Melhor Filme
"Kreuzweg (Stations of the Cross)" de Dietrich Brüggemann
Menção Honrosa
'71 de Yann Demange
Mostra Panorama - Melhor Filme
"Calvary" de John Michael McDonagh
Menção Honrosa
"Triptyque" de Robert Lepage e Pedro Pires
Mostra Fórum - Melhor Filme
"Sto spiti (At Home)" de Athanasios Karanikolas
FIPRESCI (Prêmio da Federação da Crítica Internacional)

Mostra Competitiva"Aimer, Boire et Chanter (Life of Riley)" de Alain Resnais
Mostra Panorama
"Hoje Eu Quero Voltar Sozinho" de Daniel Ribeiro
Mostra Fórum"Forma" de  Ayumi Sakamoto
Mostra Panorama (Prêmio do Público - Ficção)

1º Lugar
"Difret" de Zeresenay Berhane Mehari
2º Lugar
"Hoje Eu Quero Voltar Sozinho" de Daniel Ribeiro
3º Lugar
"Patardzlebi" deTinatin Kajrishvili
Mostra Panorama (Prêmio do Público - Documentário)

1º Lugar
"Der Kreis" de Stefan Haupt
2º Lugar
"Finding Vivian Maier" de John Maloof e Charlie Siskel
3º Lugar
"Meine Mutter, ein Krieg und ich" de Tamara Trampe e Johann Feindt
PrêmioTeddy Awards (Melhor Filme LGBT)

Melhor Filme
"Hoje Eu Quero Voltar Sozinho" de Daniel Ribeiro
Prêmio do Júri
"Pierrot Lunaire" de Bruce LaBruce
Melhor Documentário
"Der Kreis (The Circle)" de Stefan Haupt
Melhor Curta
"Mondial 2010" de  Roy Dib
Prêmio do Guild of German Art House Cinemas

"Boyhood" de Richard Linklater

Prêmio C.I.C.A.E (Confédération Internacionale des Cinémas d'Art et d'Essai - Confederação Internacional des Cinemas de Arte)

Mostra Panorama
"Kuzu (The Lamb)" de Kutluğ Ataman
Mostra Fórum
"She's Lost Control" de Anja Marquardt
Prêmio Label Europa Cinemas 

"Blind" de  Eskil Vogt

Prêmio da Anistia Internacional

"Al midan (The Square)" de Jehane Noujaim

Prêmio Heiner Carow

"Meine Mutter, ein Krieg und ich (My Mother, a War and Me)" de Tamara Trampe e Johann Feindt
Prêmio Made in Germany ( Perspektive Fellowship)

Sandra Kaudelka por "Intershop" 
Sebastian Mez por "274"

Prêmio Caligari Film 

"Das große Museum (The Great Museum)" de Johannes Holzhausen

Prêmio NETPAC

"Cheol-ae-kum (A Dream of Iron)" de Kelvin Kyung Kun Park

Ex aequo
"Non-fiction Diary" deJung Yoon-suk

Prêmio Peace Film 

"We Come as Friends" de Hubert Sauper

Prêmio FGYO Dialog en Perspective

"Anderswo (Anywhere Else)" de Ester Amrami

Menção honrosa
"Nebel (Fog)" de Nicole Vögele

Prêmio Cinema Fairbindet

"Concerning Violence" de Göran Hugo Olsson

Prêmio Think: Film

"Provenance" de Amie Siegel






Texto: Núbia Almeida


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A cueca sumiu

Quando as primeiras imagens do ator Henry Cavill, o novo interprete de Superman no set de filmagem vazaram começou o burburinho.  O novo uniforme do super-herói passou por uma reformulação e a clássica cueca vermelha desapareceu. Mas antes da cueca desaparecer ela já dava pano pra manga. Quem não se lembra da polêmica no volume peniano do ator Brandon Routh (Superman: O Retorno), que segundo os produtores teve que ser reduzido digitalmente porque poderia distrair os espectadores, mais tarde quando foram divulgadas fotos do ator usando cueca vimos que ele não é tão “super” assim. Mas antes de discutirmos porque o Superman perdeu a cueca, vamos descobrir porque ele a usava e por cima da calça. 







Nas décadas de 30 e 40 começaram a surgir os super-heróis, os artistas tinham algumas dificuldades para destacar detalhes masculinos e femininos e demostrar o poder e a força dos personagens, isso se devia as limitações técnicas da época como a qualidade do papel e a impressão que era feita em pre…

O carnaval vai ao cinema

O carnaval é a maior festa popular do país é muito mais do que um simples festejo, é um traço identitário da cultura brasileira.  A festa brasileira, luso-afro-ameríndia , sofreu influências da França, Itália, Portugal e se expressa de diferentes maneiras nas distintas regiões do país. Seja  com a escola de samba, o frevo, o maracatu, Timbalada, os blocos de rua, trio elétricos, carnaboi ou o boi-bumbá, durante quatro dias música, dança, costumes e tradições se misturam para celebrar os Brasis ao mesmo tempo em que promove a inclusão e interação, despertando o sentimento de unidade, de nação que muita das vezes é esquecido ou ignorado com o término da festa. Dada a sua importância para a cultura brasileira, o carnaval, o maior teatro de rua do país, curiosamente é pouco ou não é representado nas manifestações artísticas, com exceção da música. Embora o cinema tenha tido papel importante para a disseminação da música carnavalesca, hoje explora pouco a temática, sendo a maior parte das …

Globo de Ouro 2017 - Vencedores

Aconteceu na noite deste domingo (8) a cerimônia de premiação da 74º edição do  Globo de Ouro. A cerimônia apresentada por Jimmy Fallon teve vários momentos marcantes, a começar pela abertura no melhor estilo La La Land. O filme de Damien Chazelle, estrelado por Emma Stone e Ryan Gosling ganhou 7 estatuetas, ou seja, ganhou em todas as categorias em que foi indicado e se tornou o filme mais premiado do Globo de Ouro. 

O ponto alto da noite foi a homenagem a Maryl Streep, que após 30 indicações e oito premiações foi agraciada com o prêmio Cecil B. Demille  pelo conjunto da obra e fez um discurso contundente e politizado que você pode ver aqui






As atrizes Debbie Reynolds e Carrie Fisher, falecidas no mês passado também foram homenageadas. 


A surpresa da noite foi a vitória da francesa Isabelle Huppert, que ganhou na categoria Melhor Atriz Drama pelo filme "Elle" que foi o vencedor na categoria Filme Estrangeiro. Outra surpresa divertida foi o beijo consolação de Andrew Garfield …