Pular para o conteúdo principal

Oscar 2015 - Indicados

Foto:Divulgação


A Academia de Artes e Ciências Cinematográficas de H
ollywood anunciou na manhã nesta quinta (15) os indicados ao Oscar 2015. O anúncio foi dividido em duas partes, a primeira apresentada pelos diretores Alfonso Cuaron e J.J Abrams e a segunda pela presidente da Academia Cheryl Boone Isaacs e o ator Chris Pine. "Birdman" e "O Grande Hotel Budapeste" lideram com 9 indicações cada. O documentário "O Sal da Terra" sobre o fotógrafo brasileiro Sebastião Salgado está entre os indicados. A cerimônia de premiação acontecerá no dia 22 de fevereiro com apresentação do ator Neil Patrick Harris. Confira a lista dos indicados. 


Melhor Filme

"Sniper Americano"
"Birdman"
"Boyhood - Da infância á juventude"
"O Jogo da Imitação"
"O Grande Hotel Budapeste"
"Selma"
"A Teoria de Tudo"
"Whiplash - Em busca da perfeição"

Melhor Diretor

Alejandro G. Inãrritu ("Birdman")
Richard Linklater ("Boyhood - Da infância á juventude")
Bennet Miller ("Foxcatcher - Uma História que Chocou o Mundo")
Wes Anderson ("O Grande Budapeste Hotel")
Morten Tyldum ("O Jogo da Imitação")

Melhor Ator

Steve Carell ("Foxcatcher - Uma História que Chocou o Mundo")
Benedict Cumberbatch ("O Jogo da Imitação")
Michael Keaton ("Birdman")
Eddie Redmayer ("A Teoria de Tudo")
Bradley Cooper ("Sniper Americano")

Melhor Atriz

Marion Cotillard ("Dois Dias, Uma Noite")
Felicity Jones ("A Teoria de Tudo")
Julianne Moore ("Para Sempre Alice")
Rosamund Pike ("Garota Exemplar")
Reese Witherspoon ("Livre")

Melhor Ator Coadjuvante

Ethan Hawke ("Boyhood - Da infância á juventude")
Marck Ruffalo ("Foxcatcher - Uma História que Chocou o Mundo")
J.K Simmons  ("Whiplash - Em busca da perfeição")
Robert Duvall ("O Júiz")
Edward Norton ("Birdman")

Melhor Atriz Coadjuvante

Patricia Arquette  ("Boyhood - Da infância á juventude")
Laura Dern ("Livre")
Keira Knightley ("O Jogo da Imitação")
Emma Stone ("Birdman")
Meryl Streep ("Caminhos da Floresta")

Melhor Roteiro Original

"Birdman" - (Alejandro González Iñárritu, Nicolás Giacobone, Alexander Dinelaris, Armando Bo)
"Boyhood - Da infância á juventude" - (Richard Linklater)
"Foxcatcher- Uma História que Chocou o Mundo" -  (Dan Futterman e E. Max Frye)
"O Grande Hotel Budapeste" - (Wes Anderson e Hugo Guinness)
"O Abutre" - (Dan Gilroy)

Melhor Roteiro Adaptado

"Sniper Americano" - (Jason Hall)
"O Jogo da Imitação" - (Graham Moore)
"Vício Inerente" - (Paul Thomas Anderson)
"A Teoria de Tudo" - (Anthony McCarten)
"Whiplash - Em busca da perfeição" - (Damien Chazelle)

Melhor Filme em Língua Estrangeira

"Ida" (Polônia)
"Leviatã" (Rússia)
"Tangerines" (Estônia)
"Timbuktu" (Mauritânia)
"Relatos Selvagens" (Argentina)

Melhor Filme de Animação

"Operação Big Hero 6"
"Os Boxtrolls"
"Como treinar o seu dragão 2"
"Song of the Sea"
"O conto da princesa Kaguya"

Melhor Curta metragem de Animação

"The Bigger Picture"
"The Dam keeper"
"Feast"
"Me and My Moulton"
"A Single Life"

Melhor Curta Metragem

"Aya"
"Boogaloo and Graham"
"Butter Lamp (La Lamp au Beure De Yak)"
"Parvaneh"
"The Phone Call"

Melhor Documentário

"Citizenfour"
"Last days in Vietnam"
"Virunga"
"O Sal da Terra"
"Finding Vivian Maier"

Melhor Documentário em Curta Metragem

"Joanna" "Our Curse"
"Crisis Hotline: Veterans press 1"
"The Reaper (La Parka)"
"White Earth"

Melhor Fotografia

"Birdman" - (Emmanuel Lubezki)
"O Grande Hotel Budapeste" - (Robert Yeoman)
 "Ida" - (Lukasz Zal e Ryszard Lenczewski)
"Sr. Turner" - (Dick Pope)
"Invencível" - (Roger Deakins)



Melhor Edição

"Sniper Americano" - (Joel Cox e Gary D. Roach)
"Boyhood - Da infância á juventude" - (Sandra Adair)
"O Grande Hotel Budapeste" - (Barney Pilling)
"O Jogo da Imitação" - (William Goldenberg)
"Whiplash - Em busca da perfeição" - (Tom Cross)


Melhor Efeito Visuais

"Capitão América"
"Planeta do Macacos"
"Guardiões da Galáxia"
"Interestellar"
"X-men" 
"The winter soldier"

Melhor Canção Original

"Everything is awesome", de Shawn Patterson ("Uma aventura Lego")
"Glory", de John Stephens e Lonnie Lynn ("Selma")
"Grateful", de Diane Warren ("Além das luzes")
"I'm not gonna miss you", de Glen Campbell e Julian Raymond ("Glen Campbell…I'll be me")
"Lost Stars", de Gregg Alexander e Danielle Brisebois ("Mesmo se nada der certo")



Melhor Trilha Sonora Original

 "O Grande Hotel Budapeste" - (Alexandre Desplat)
 "O Jogo da Imitação" - (
Alexandre Desplat)
 "Interestelar" - (
Hans Zimmer)
 "Sr. Turner"- (
Gary Yershon)
 "A Teoria de Tudo" - (
Jóhann Jóhannsson)

Melhor Mixagem de Som

"Sniper Americano" - (John Reitz, Gregg Rudloff e Walt Martin)
"Birdman" - (Jon Taylor, Frank A. Montaño e Thomas Varga)
"Interestelar" - (Gary A. Rizzo, Gregg Landaker e Mark Weingarten)
"Whiplash - Em Busca da Perfeição" - (Craig Mann, Ben Wilkins e Thomas Curley)
"Invencível" - (Jon Taylor, Frank A. Montaño e David Lee)

Melhor Edição de Som

"O Hobbit: A Batalha dos Cinco Exércitos" - (Brent Burge e Jason Canovas) 
"Sniper Americano" - (Alan Robert Murray e Bub Asman)  "Birdman" - (Martín Hernández e Aaron Glascock)
"Interestelar" - (Richard King)
"
Invencível" - (Becky Sullivan e Andrew DeCristofaro) 

Design de Produção

"O Grande Hotel Budapeste" - (Adam Stockhausen e Anna Pinnock)
"O Jogo da Imitação" - (Maria Djurkovic e Tatiana Macdonald)
"Interestelar" - (Nathan Crowley e Gary Fettis)
"Caminhos da Floresta" - (Dennis Gassner e Anna Pinnock)
"Sr. Turner" - (Suzie Davies e Charlotte Watts)


Melhor Figurino

 "O Grande Hotel Budapeste" - (Milena Canonero
"Vício Inerente" - (Mark Bridges
"Caminhos da Floresta" - (Colleen Atwood)
 "Malévola" - (Anna B. Sheppard e Jane Clive
"Sr. Turner" - (Jacqueline Durran

Melhor Maquiagem e Cabelo

"Foxcatcher - Uma história que Chocou o Mundo" - (Bill Corso e Dennis Liddiard
"O Grande Hotel Budapeste" - (Frances Hannon e Mark Coulier
 "Guardiões da Galáxia" - (Elizabeth Yianni-Georgiou e David White)







Texto: Núbia Almeida

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A cueca sumiu

Quando as primeiras imagens do ator Henry Cavill, o novo interprete de Superman no set de filmagem vazaram começou o burburinho.  O novo uniforme do super-herói passou por uma reformulação e a clássica cueca vermelha desapareceu. Mas antes da cueca desaparecer ela já dava pano pra manga. Quem não se lembra da polêmica no volume peniano do ator Brandon Routh (Superman: O Retorno), que segundo os produtores teve que ser reduzido digitalmente porque poderia distrair os espectadores, mais tarde quando foram divulgadas fotos do ator usando cueca vimos que ele não é tão “super” assim. Mas antes de discutirmos porque o Superman perdeu a cueca, vamos descobrir porque ele a usava e por cima da calça. 







Nas décadas de 30 e 40 começaram a surgir os super-heróis, os artistas tinham algumas dificuldades para destacar detalhes masculinos e femininos e demostrar o poder e a força dos personagens, isso se devia as limitações técnicas da época como a qualidade do papel e a impressão que era feita em pre…

O carnaval vai ao cinema

O carnaval é a maior festa popular do país é muito mais do que um simples festejo, é um traço identitário da cultura brasileira.  A festa brasileira, luso-afro-ameríndia , sofreu influências da França, Itália, Portugal e se expressa de diferentes maneiras nas distintas regiões do país. Seja  com a escola de samba, o frevo, o maracatu, Timbalada, os blocos de rua, trio elétricos, carnaboi ou o boi-bumbá, durante quatro dias música, dança, costumes e tradições se misturam para celebrar os Brasis ao mesmo tempo em que promove a inclusão e interação, despertando o sentimento de unidade, de nação que muita das vezes é esquecido ou ignorado com o término da festa. Dada a sua importância para a cultura brasileira, o carnaval, o maior teatro de rua do país, curiosamente é pouco ou não é representado nas manifestações artísticas, com exceção da música. Embora o cinema tenha tido papel importante para a disseminação da música carnavalesca, hoje explora pouco a temática, sendo a maior parte das …

Globo de Ouro 2017 - Vencedores

Aconteceu na noite deste domingo (8) a cerimônia de premiação da 74º edição do  Globo de Ouro. A cerimônia apresentada por Jimmy Fallon teve vários momentos marcantes, a começar pela abertura no melhor estilo La La Land. O filme de Damien Chazelle, estrelado por Emma Stone e Ryan Gosling ganhou 7 estatuetas, ou seja, ganhou em todas as categorias em que foi indicado e se tornou o filme mais premiado do Globo de Ouro. 

O ponto alto da noite foi a homenagem a Maryl Streep, que após 30 indicações e oito premiações foi agraciada com o prêmio Cecil B. Demille  pelo conjunto da obra e fez um discurso contundente e politizado que você pode ver aqui






As atrizes Debbie Reynolds e Carrie Fisher, falecidas no mês passado também foram homenageadas. 


A surpresa da noite foi a vitória da francesa Isabelle Huppert, que ganhou na categoria Melhor Atriz Drama pelo filme "Elle" que foi o vencedor na categoria Filme Estrangeiro. Outra surpresa divertida foi o beijo consolação de Andrew Garfield …